Prefeitura de Belém investe 2,5 milhões de reais na educação com recursos próprios após diminuição do FUNDEB

A Prefeitura de Belém investiu com recursos próprios (FPM), apenas em 2017, aproximadamente 2,5 milhões de reais no pagamento de professores e obrigações patronais com o INSS e o Instituto de Previdência Municipal. Estes recursos próprios, investidos apenas na área de pessoal, foram necessários devido à diminuição do repasse do FUNDEB durante o ano passado.

Em 2017, as despesas com os salários dos professores e dos demais profissionais da Rede Municipal de Ensino atingiram mais de 8,5 milhões de reais, enquanto a receita ficou em pouco mais de 6 milhões, diferença de quase 2,5 milhões de reais que a gestão da prefeita Renata teve que arcar para honrar os compromissos salariais e trabalhistas dos profissionais da educação.

Vale ressaltar que o número geral de profissionais atuando na Rede Municipal de Ensino de Belém foi menor em 2017 se comparado ao ano anterior, apesar do aumento das despesas devido o reajuste salarial e os encargos trabalhistas, o que demonstra a responsabilidade fiscal da gestão da prefeita Renata e o compromisso com os educadores.

Desde o ano passado, a gestão da prefeita Renata vem ampliando o investimento em educação através de recursos próprios da prefeitura e convênios com órgãos governamentais, com contrapartida da gestão municipal, a exemplo do recente convênio com o Governo da Paraíba para a reforma e ampliação da Escola Municipal Profª Elvira Silveira, primeira escola a oferecer ensino em tempo integral no município de Belém, e a climatização das escolas Afonso Astrogildo de Paula e Anita de Melo Barbosa.